Macho reprodutor: O manejo correto para um bom resultado

Ação&Manejo: Manejo do macho reprodutor na recria

Macho reprodutor: Manejo na recria

O macho reprodutor é extremamente importante no processo de criação de matrizes pesadas. O galo tem como principal objetivo fertilizar o ovo da galinha e transferir todo o seu potencial genético para progênie.

Essa é uma criação com vários pontos a detalhar, no entanto, as condições básicas de criação, como: ambiência, manejo de água e ração, devem ser rigorosamente seguidas, além desses pontos, a conversão alimentar, ganho de peso diário, rendimento e conformação de peito devem ser avaliados com bastante critério no macho reprodutor. A fase de recria pode ser dividida em três períodos, e é compreendida pelo período de 0 – 22 semanas, no qual, com 22 semanas, o macho reprodutor é transferido para os galpões de produção.

  • 0 a 12 semanas: período da estruturação corporal;
  • 13 a 18 semanas: período da puberdade;
  • 19 a 28 semanas: período da maturação.

Para se obter lotes altamente produtivos, necessariamente, devemos ser eficientes no controle de peso de uma população, sendo que a uniformidade é um componente fundamental nesse período de criação. O controle de peso do macho reprodutor é realizado, basicamente, pelo fornecimento de alimento às aves durante os diferentes estágios de sua vida, em atendimento às suas necessidades fisiológicas, de crescimento e produção de cada momento.

Tão ou mais importante que estar no peso alvo para determinada idade, é objetivar o ganho de peso previsto para cada faixa etária. A fase inicial da recria é fundamental para o bom desenvolvimento da ave, já que um bom crescimento inicial favorece uma melhor uniformidade, tanto em peso corporal como em tamanho de carcaça.

O lote deve atingir altos níveis de uniformidade geral na 4a / 5a semana de vida, visando adequada formação estrutural das aves, com curva de tendência crescente até o final da recria.

 

macho reprodutor

Após a 5a semana de idade, a taxa de ganho de peso deve ser próxima ao padrão proposto, pois ganhos de peso excessivos nessa fase resultarão em aves com sobrepeso e conformação peitoral indesejáveis nas 12 semanas. Nessa fase, as aves recebem os mais baixos incrementos de ração, visando não expressarem seu potencial genético relativo ao ganho de peso, e preparando uma composição de carcaça ideal às 11a  13a semanas para que recebam maiores incrementos na fase subsequente e se tornem eficientes reprodutores na fase de produção. O macho reprodutor continua crescendo e atingirá aproximadamente 90% do desenvolvimento do seu esqueleto entre 11a e 13a semanas.

A partir da 13a semana, período da puberdade, inicia o desenvolvimento testicular e produção de sêmen, atingindo a maturidade sexual na 30a semana. O período da maturação sexual do macho reprodutor é marcado pelo final da recria e início da produção. Dois principais fatos ocorrem nesse período: o estímulo de alimento e luz para o momento da transferência, pois não se pode frear o desenvolvimento testicular.

Em fase final de recria, não ter a taxa de ganho de peso necessária gera uma ave com reserva de gordura e tecido muscular abaixo do esperado, com consequente atraso e desuniformidade de maturação sexual.

A importância de acompanhar a curva padrão de peso reflete diretamente no momento da maturação, em que o macho reprodutor estará com tamanho e carcaça esperado. Além de monitorar o peso das aves e a taxa de ganho de peso semanalmente, o coeficiente de variação também deverá ser medido e analisado. Através dessa informação pode-se conhecer a realidade dos extremos de peso do lote. Deverá ter valores decrescentes desde o início da recria até o seu final.

O trabalho, com dedicação, em matrizeiro de macho reprodutor durante a recria é fundamental para o bom resultado na produção, por se tratar de um reprodutor com alto rendimento. O manejo correto desses animais na fase da recria repercute diretamente nos resultados produtivos, qualquer erro na criação afetará a fertilidade do lote e a futura eclosão.

Nutrição Animal – Agroceres Multimix

Franciely Costa

Franciely Costa

Franciely Benthien da Costa é Consultora Técnica Comercial de aves de corte na Agroceres Multimix.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *