Tecnologia na produção de frangos de corte

10
16428
produção de frangos de corte

O que pretendo mostrar neste material técnico são relatos decorrentes de mais de 30 anos de vivência na avicultura de corte, nos quais vivenciei parte dessa evolução.

Aconteceu comigo um fato engraçado.  Assim que terminei a minha graduação em zootecnia (1987) e mestrado em produção animal (1991), na Universidade Federal de Viçosa, fui visitar meu avô no interior de Minas Gerais, e ele, uma pessoa muito simples, me perguntou se eu já era doutor, e se já estava “operando” os outros. Eu disse que já tinha me formado, não em medicina e sim em zootecnia, e que iria trabalhar com avicultura (frangos de corte).  Ele me disse:

– Para que você estudou tanto, para mexer com galinha?

Isso ficou na minha memória, ou seja, pessoas leigas não fazem ideia do pacote tecnológico que há na produção de frangos de corte, da granja ao prato do consumidor.

Pensando neste tema elaborei uma palestra, que já proferi em algumas faculdades, a convite de amigos-professores dessas instituições.  Nela, eu procuro tecer comentários sobre os avanços tecnológicos que aconteceram nos últimos anos, nas áreas:  Genética, Nutrição, Ambiência, Manejo e Sanidade. E mostrar que tem muita tecnologia na produção de frangos de corte, SIM.


Importância econômica da avicultura

O Brasil é o 2º maior produtor de frangos do mundo, é o maior exportador com mais de 40% do mercado internacional e tem uma produção dinâmica, sendo uma das que mais crescem e evoluem tecnologicamente. Ao longo deste artigo, eu pretendo mostrar essa evolução tecnológica, descrita numa linguagem simples, para que leigos possam entender esse avanço que ocorreu nos últimos anos, para tentar explicar o fantástico desempenho do frango de corte atual.

Como podemos ver no gráfico abaixo, hoje somos 7 bilhões de pessoas no mundo e daqui a 30 anos, seremos 09 bilhões, um crescimento de 50% da população mundial. A avicultura é uma excelente alternativa para ajudar a resolver esse problema de produção de alimentos para o mundo, já que é uma proteína de excelente qualidade e preço acessível à grande parte da população.

produção de frangos de corte
Fonte: FAO

 

Genética

Para quem não tem ideia de como funciona um programa de melhoramento genético, veja no gráfico abaixo. Partindo-se de uma família de pedigree (linhas puras), que é composto por 01 macho e 10 fêmeas. De cada fêmea, seleciona-se 15 bisavós e, como são 10 fêmeas, serão, portanto, 150 bisavós, e assim sucessivamente. No decorrer dos anos, seguem as seleções, chegando a um total de 300.000 matrizes, partindo-se de uma única família de pedigree. Essas 300.000 matrizes, produzindo em média 150 pintos cada, chegam ao maravilhoso número de 45.000.000 de frangos. Em torno 112.000 toneladas de carne. Ou seja, uma única família de pedigree produz, praticamente, 10% do alojamento mensal brasileiro. Não é uma maravilha?!

produção de frangos de corte

O melhoramento genético resulta do cruzamento entre raças/linhagens ou a partir da seleção de animais com características desejáveis, visando a implementação dessas características na próxima geração. O melhoramento genético leva ao aumento da eficiência produtiva dos indivíduos, conforme as exigências e necessidades, cada vez maiores, do mercado consumidor.

produção de frangos de corte

Esses programas de melhoramento já acontecem há mais de 70 anos. O que explica o fantástico desempenho que estamos alcançando atualmente. Hoje, já se alcança 2,0 kg de peso com 32-33 dias de idade e uma conversão alimentar nesta idade, por volta de 1,46 em lotes mistos.

O frango de corte atual é uma “máquina” muito eficiente em transformar proteína vegetal em proteína animal (carne). Fazendo uma analogia: o frango do passado é um Fusca e o frango moderno, uma potente Ferrari.

produção de frangos de corte


Nutrição

No sistema industrial de produção de aves, independentemente da região ou sistema de criação, o custo de alimentação representa, aproximadamente, 70% dos custos totais. Assim, formulações voltadas à nutrição de precisão, que busquem o ajuste mais preciso entre as exigências de nutrientes e o fornecido na dieta aos animais, podem contribuir para aumentar a margem de lucro e diminuir a excreção de nutrientes ao ambiente.

produção de frangos de corte

Sabe-se mais de nutrição de aves do que qualquer outra espécie. Houve uma evolução muito grande em nutrição, como: implementação de controle de qualidade das matérias-primas e melhoria do processo fabril das rações. Nos últimos anos, houve uma evolução muito grande na melhoria da qualidade das fábricas de rações, no tocante principalmente com a implantação do conceito de BPF.

Boas Práticas de Fabricação – BPF: são procedimentos higiênicos, sanitários e operacionais aplicados em todo o fluxo de produção, desde a obtenção dos ingredientes e matérias-primas até a distribuição do produto final. O objetivo das BPF é garantir a qualidade, conformidade e segurança dos produtos destinados à alimentação animal.

Houveram muitas pesquisas também na busca por matérias-primas alternativas, no intuito de se reduzir os custos de produção.

 

Ambiência

Os frangos de hoje em dia não são mais como antigamente. O melhoramento genético selecionou características específicas que tornaram as aves mais adaptadas aos sistemas de produção. Porém, para que todo o potencial genético seja alcançado e a qualidade de seus produtos atinja a expectativa dos consumidores, é fundamental que as premissas do bem-estar animal sejam seguidas na granja.

Observem que, em relação aos Estados Unidos, estamos sempre 10 anos atrás na implementação dos conceitos de melhoria da ambiência nas instalações avícolas.  A implementação do conceito de túneis iniciou-se nos EUA em 1985, e só chegou ao Brasil em 1995. Já  os aviários de Pressão Negativa (PN), em 1991 nos EUA, e no início dos anos 2000, no Brasil.

produção de frangos de corte

Essa inovação sim – na minha opinião – é que contribuiu para o grande salto que houve no desempenho atual que estamos vendo nos índices zootécnicos do frango. Temos aves de alto potencial genético, nutrição balanceada voltada para alto desempenho, mas se não tivermos um ambiente adequado, que proporcione uma condição de conforto térmico e bem-estar, essas aves não tem como manisfestar todo seu potencial genético.

Observem a evolução dos últimos 30 anos. No começo dos anos 1990, introduziu-se aos poucos o conceito do resfriamento evaporativo, muito precário e ineficiente, com sombrite, uso de bicos nubulizadores para molhar os sombrites, e fazer o ar passar por essa superfície molhada, que resfriava um pouco o ar. Ineficiente, mas melhor do que nada. Em seguida, veio o uso do tijolo, um pouco mais eficiente e, se bem trabalhado, já oferecia resultados satisfatório de desempenho às aves.

produção de frangos de corte

Por último, o mais moderno: o uso das placas evaporativas, muito eficientes no processo do resfriamento evaporativo, por apresentar uma maior área úmida de contato direto com o ar, antes de entrar no galpão. Hoje, amplamente usada nas novas instalações avícolas modernas.

produção de frangos de corte

Essas placas , se bem dimensionadas e reguladas, podem proporcionar uma redução de 8-12 °C na temperatura dentro dos galpões, propiciando uma ótima condição de temperatura para que as aves possam expressar seu potencial genético.


Manejo e sanidade

O desenvolvimento da avicultura tem sido marcante. O plantel avícola brasileiro cresceu em volume de produção e principalmente em parâmetros de produtividade.

Essa extraordinária evolução só foi possível devido à evolução genética das linhagens modernas, associada às novas técnicas de manejo de criação, erradicação de enfermidades, ambiência, automação de equipamentos e os avanços na nutrição.

A seguir, mostrarei alguns equipamentos que são ferramentas lançadas nos últimos anos, que vieram auxiliar no manejo da criação do frango de corte.

  • Anemômetro: equipamento utilizado para medição da velocidade do vento. É uma ferramenta muito útil no campo para tomada de decisões, visando o melhor conforto térmico das aves.

produção de frangos de corte

  • Placas evaporativas: os painéis evaporativos são equipamentos desenvolvidos para climatizar o ar de um ambiente de forma eficiente. Painéis evaporativos têm a função de fazer o uso da evaporação de água como uma ferramenta para diminuir a temperatura e para aumentar a umidade dentro de ambientes.
    Para um perfeito e efetivo funcionamento do sistema do resfriamento evaporativo, o dimensionamento das placas evaporativas é de primordial importância.

produção de frangos de corte

  • Câmera termográfica: uma câmera termográfica nada mais é do que um equipamento capaz de capturar luz infravermelha e convertê-la para faixa visível do espectro, permitindo que possamos ver o calor gerado por objetos. É um equipamento muito útil no dia a dia, para auxiliar na mensuração da qualidade da condição de ambiência dentro das granjas. Ele aponta se o sistema está sendo eficaz na melhoria da qualidade do ambiente da granja.
    produção de frangos de corte
    Câmera termográfica
  • Termômetro laser: termômetros infravermelhos são sensores capazes de aferir a temperatura de corpos ou superfícies através da radiação emitida por eles. A medição da temperatura é feita de modo que o sensor não requer tocar a superfície.

produção de frangos de corte


Medir para gerenciar

É impossível gerenciar aquilo que não se pode medir.“ – Peter Drucker.

Esse conceito está cada vez mais atual e até os mais conservadores perceberam que, sem controle, o processo de tomada de decisões é caótico, tornando-se praticamente um “voo cego” com consequências imprevisíveis.

produção de frangos de corte

A escolha correta de quais indicadores de desempenho são mais relevantes e devem ser medidos é fundamental para não se “afogar em um mar” de informação inútil, que pouco ajudará a melhorar o gerenciamento e eficiência na empresa.

PERGUNTA: temos ou não tecnologia na produção de Frangos de corte?

A RESPOSTA É: sim, muita tecnologia!

Nutrição Animal – Agroceres Multimix

10 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde meus caros amigos e parentes da área e os não também! Vejam que baita Artigo do nosso amigo Antonio Venâncio Neto, da Agroceres Multimix, Aves. Muito bem didático. O Brasil é sim uma potência na produção de carnes, aqui estamos falando de Frangos! Quem não aprecia um frango? É bom ou não é?
    Eu, desde pequeno via aquelas placas de propaganda da Agroceres, nas lavouras de milho e ficava meio sem saber.
    Mas depois vimos o quão foi e ainda continua sendo importante para o Agronegócio brasileiro a Agroceres! Se é Agroceres, pode confiar! Parabéns pelo excelente artigo, meu caro amigo Antônio Venâncio Neto. O Campo, lá do seu Avô, agradece-o! Obrigado.

  2. Muito bom artigo, principalmente para as pessoas que acham que veterinário e zootecnistas ficam pensando frango ou catando ovos nas granjas.
    No começo até lembrou minha trajetória também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Resolva a conta abaixo *OBRIGATÓRIO