Início Aves de Postura Curiosidades do ovo

Curiosidades do ovo

0
522

Consumido no mundo inteiro, o ovo é indispensável na nossa alimentação. Rico em proteínas, minerais e vitaminas, é um alimento dos mais completos e traz inúmeros benefícios à saúde.

Segundo projeções da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a produção de ovos em 2022 foi de 52 bilhões de unidades; e o consumo foi de 241 ovos por pessoa. Muito ovo, não é mesmo?!

Nutricionalmente completo, o ovo é o único alimento que já vem embalado naturalmente! É isso mesmo; a casca é a própria embalagem e, por esse motivo, a qualidade da casca é item primordial no acompanhamento dos lotes em produção. Uma boa embalagem determina a qualidade do produto interno.

Mas aí surgem algumas dúvidas: existe diferença entre o ovo branco e o vermelho? Por que o ovo vermelho tem maior preço quando comparado com o branco? A galinha precisa de galo para botar o ovo? E o colesterol no ovo?

Vamos lá, vou esclarecer essas dúvidas para você!

Não existe nenhuma diferença entre o ovo branco e o vermelho a não ser a cor da casca. Nutricionalmente, eles são iguais. A diferença na coloração está relacionada com a linhagem da galinha.

Mas, no mercado, por que o ovo vermelho geralmente tem um preço maior que o ovo branco? Isso se dá por conta do tamanho das galinhas marrons. Como são maiores, elas consomem mais ração quando comparadas às brancas, o que afeta diretamente o custo final da produção.

Outra dúvida é a seguinte: a galinha precisa do galo para botar ovo? A resposta é: NÃO. A galinha produz o ovo independente da presença do galo, ou seja, ela não depende do galo para produzir o ovo.

Botar ovo é um processo fisiológico. O ovo começa a ser formado dentro da galinha com ou sem a fecundação de um galo. Inclusive, é proibido vender ovos “galados” para o consumo humano, ou seja, aqueles que tenham sido fecundados.

Nas granjas de postura de ovos comerciais, os estabelecimentos que produzem o ovo vendido no mercado, não existe a presença do macho. É, inclusive, proibido. A presença do galo somente é indispensável nas granjas de reprodução, onde a participação do macho é fundamental para que ocorra a fertilização do ovo, produzindo, assim o ovo fértil, que são incubados para então gerar o pintinho.

E o colesterol no ovo? Trata-se de outro mito! Se consumido de forma equilibrada, o ovo traz muitos benefícios à saúde. No passado, o ovo chegou a ser considerado um vilão na dieta, devido ao alto teor de gordura e colesterol. Hoje, após diversos estudos, o ovo passou a ser considerado um alimento funcional, um produto completo, rico em proteína, vitaminas e minerais e cheio de benefícios à saúde.

Para usufruir de todos esses benefícios, precisamos sempre escolher ovos frescos. E como saber se estão bons? A data de validade não deve ser deixada de lado, sendo um grande indicativo de os produtos estarem estragados ou não. Por esse motivo, NÃO compre ovos com a data de validade expirada.

Agora, compartilho com vocês uma dica bem legal: o teste da água. Esta é uma maneira fácil e rápida para saber se ovo está em boas condições. Basta mergulhar o ovo em um copo de água e observar. Os ovos frescos afundam; já aqueles inclinados e que flutuam não estão aptos para consumo.

A explicação é simples: como o ovo é um alimento composto principalmente de água e possui a casca porosa, conforme fica velho, ele perde água do seu interior e, no lugar da água, cria-se uma bolsa de oxigênio, responsável por fazer com que o ovo flutue na água, indicando, assim, a qualidade do ovo.

Versátil e completo, está evidente que o ovo vai muito além de seu papel na culinária. Rico em proteínas, minerais e vitaminas, é um alimento essencial em qualquer dieta equilibrada. Então, agora que você já sabe dessas curiosidades e qualidades, vamos comer mais ovo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Resolva a conta abaixo *OBRIGATÓRIO