Início Aves de Corte Como gerenciar a ambiência na fase inicial de frangos de corte

Como gerenciar a ambiência na fase inicial de frangos de corte

0
141

Diferentemente do que muitas pessoas acreditam, a gestão da ambiência na fase inicial de frangos de corte se inicia logo após a saída da última ave do lote. O assunto é abordado no episódio 3 da Web Série sobre Ambiência para Aves de Corte, produzida pela Agroceres Multimix, que há 45 anos oferece muito mais que nutrição ao setor agropecuário.

“Isso porque a qualidade dos trabalhos executados no intervalo sanitário será crucial para a obtenção de resultados melhores no lote posterior, principalmente os manejos com a cama do aviário”, salienta o Consultor de Serviços Técnicos de Aves da Agroceres Multimix, Leandro Correa.

A qualidade de cama, segundo Leandro, é fator determinante para a qualidade do ar na fase inicial. Ele salienta que, em caso de reutilização, é preciso que a cama esteja bem tratada e contenha baixa concentração de amônia para evitar a necessidade de aumento da taxa de ventilação, que pode comprometer a manutenção da temperatura e conforto térmico das aves.

No que diz respeito à limpeza e desinfecção dos equipamentos do aviário, o consultor destaca a necessidade de cuidados para realizar uma boa limpeza, sem danificar exaustores, painéis evaporativos, lâmpadas e, principalmente, sensores. No vídeo Leandro Correa explica que existem três checklists básicos para garantir a boa ambiência do aviário na fase inicial.

No pré-alojamento, devem ser checados itens como funcionamento do quadro elétrico e controlador de ambiência; posicionamento e calibração dos sensores; funcionamento dos aquecedores e estoque de lenha, gás ou pellet; além de outra dezena de pontos que podem ser checados no vídeo.

No alojamento, o consultor da Agroceres explica que é preciso reunir os funcionários que irão atuar no alojamento das aves e organizar as funções, assim como reforçar os cuidados que deverão ser adotados como altura para soltar os pintinhos, distribuição das caixas no pinteiro e forma de caminhar para evitar esmagamentos. A partir desta organização, pode-se cumprir o checklist de alojamento a ser executado minutos antes de as aves chegarem.

Após o alojamento, Correa indica a necessidade de ações como monitorar constantemente a ambiência e o comportamento das aves, o percentual de pintos comendo, se movimentando e dormindo, entre outros pontos que podem ser checados no vídeo.

“Adotando essas medidas e cuidados, certamente o resultado ao final desse período será o desenvolvimento e a viabilidade esperada para as aves”, alerta o Consultor de Serviços Técnicos de Aves da Agroceres Multimix. No próximo e último episódio da Web Série, o tema abordado é a gestão da ambiência na fase adulta dos lotes.

Saiba tudo o que você precisa saber sobre a gestão da ambiência na fase inicial dos lotes, na plataforma Agroflix (CLIQUE AQUI) , que tem o objetivo de ajudar os produtores a gerenciar melhor fazendas ou granjas. Na plataforma você vai ter acesso a vídeos completos gravados com especialistas do agronegócio sobre variadas espécies.

Confira todos os episódios da série CLICANDO AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Resolva a conta abaixo *OBRIGATÓRIO