Instalações para bezerras leiteiras - Nutrição Animal

Instalações para bezerras leiteiras: garantia de conforto e desempenho

Instalações para bezerras garanta o conforto e desempenho:

Existem inúmeras opções de instalações para bezerras em aleitamento, desde bezerreiros fechados e coletivos, até abrigos individuais confeccionados com os mais diversos materiais. Quando pensamos em instalações para bezerras em aleitamento, devemos lembrar que esse alojamento será voltado para animais em uma fase bastante delicada, em que estão constantemente sendo desafiados pelo ambiente e sua imunidade ainda é dependente das defesas adquiridas através do consumo de colostro, o qual nem sempre é adequado.
De todos os sistemas utilizados, o uso de abrigos individuais é, sem dúvida, uma das mais eficazes práticas de manejo, com melhoria na sanidade dos animais durante a fase de aleitamento. Este tipo de alojamento é largamente utilizado no mundo todo, sendo uma das mais populares opções para bezerras, embora possa apresentar variações quanto ao seu formato, material e forma de construção.

Instalações para Bezerras - Nutrição Animal - Agroceres MultimixHá também a opção de criação em baias fechadas, bastante comum na região sul do Brasil. Nesse sistema, é importante que seja realizada diariamente a retirada das fezes e dos restos de alimentos do ambiente. A cama das baias (palha, feno, serragem ou areia) deve ser trocada pelo menos uma vez por semana, com objetivo de manter o ambiente sempre limpo e seco.
Outra opção de instalações para bezerras é a recria em piquetes coletivos. Entretanto, esse sistema é pouco recomendado devido à dificuldade no controle do fornecimento individual de leite. No caso da adoção de criação de bezerras – de forma coletiva em piquetes -, o terreno deve ser bem drenado, ter sombra e água disponível, além de cocho que facilite o consumo de concentrado.
Além da opção de alojamento em piquetes no ambiente aberto, há inclusive o uso de baias coletivas fechadas, que também dificulta o aleitamento individual de bezerras e, além disso, gera a necessidade de investimento na compra de cama. Nesse tipo de sistema, devemos considerar como área mínima: entre 1,5 a 1,8 m2 / animal para prevenção de contaminação cruzada, e evitar ambientes com lotação muito alta. Para esse tipo de instalação, uma opção é a utilização de bezerreiro com piso ripado e elevado, o qual garante ambiente seco e limpo para que o animal se deite.
A opção pelo uso dos abrigos (casinhas) individuais tem como principal vantagem a individualização dos animais, além do custo reduzido e do baixo peso, permitindo mudanças frequentes com o objetivo de buscar sempre um novo ambiente seco e limpo. O telhado geralmente é feito de duas folhas de zinco espaçadas que funcionam como isolante térmico, diminuindo a incidência de calor. Nesse tipo de alojamento, a contenção das bezerras é feita através de coleiras fixadas ao chão por grampos. Isso permite a movimentação da bezerra ao redor da casinha, permitindo-a acompanhar a projeção da sombra de acordo com a movimentação do sol, dependendo de sua necessidade por calor.

Instalações para Bezerras - Nutrição Animal - Agroceres MultimixAs dimensões das casinhas individuais são, geralmente, 1,00m de largura x 1,45m de profundidade. Em relação à altura, o ideal é 1,25m nos fundos e 1,35m de frente, garantindo assim uma boa inclinação do telhado, evitando a entrada de água em dias chuvosos e aumentando a projeção da sombra.
De maneira geral, boas instalações para bezerras devem prover aos animais o mínimo de conforto térmico e físico, além de priorizar boas condições de higiene e sanidade. Para as condições de clima subtropicais e tropicais – encontradas no Brasil -, os efeitos de temperatura e umidade do ar são, muitas vezes, limitantes ao desenvolvimento dos animais, em razão do estresse a eles associado. Isso porque os efeitos do estresse por frio ou calor afetam os animais jovens com maior intensidade que os adultos.
Quando pensamos em um abrigo para melhor alojar bezerras em fase de aleitamento, existem três requisitos fundamentais que devem ser considerados: ventilação, isolamento e conforto.
O uso de um sistema com adequada ventilação é fundamental para a redução de problemas com a transmissão de agentes patogênicos, eliminação de odores, além da melhoria na umidade do local, principal responsável pela ocorrência de problemas respiratórios nesta fase de vida do animal.
Outro ponto importante é que as instalações para bezerras devem promover o isolamento físico dos animais. Embora os animais possam estar próximos uns dos outros, é importante que não exista contato entre eles, para promover a redução dos riscos de infecção cruzada e a disseminação de doenças. Como a transmissão dos principais patógenos que causam doenças em bezerras é do tipo oral-fecal, seja através do contato entre animais ou uso de utensílios (baldes, cochos) com limpeza inadequada, o isolamento entre os animais é considerado um dos princípios fundamentais de um bom sistema de criação.
Pesquisas comprovam que animais em aleitamento criados em abrigos individuais apresentaram menor incidência de diarreias quando comparados com animais alojados em baias fechadas coletivas. Além disso, outros trabalhos também relatam que animais criados individualmente apresentam maior docilidade, facilitando o manejo durante a fase de novilha e adulta.
Em resumo, ofertar conforto para bezerras é garantir as mínimas condições de higiene e sanidade ao animal, o que muitas vezes não significa grandes e modernas instalações e investimentos. Conforto significa acesso à água e alimentos de qualidade, ambiente seco, e controle de temperatura.
Atualmente, no Brasil, outro modelo de alojamento bastante utilizado é o chamado “bezerreiro argentino”. Esse tipo de sistema é de fácil construção e totalmente aberto, ideal para uso em ambientes tropicais. Ele vem ganhando mais popularidade por seu custo inferior à construção de barracões, mas, principalmente, por ser bastante eficaz no controle de doenças, especialmente respiratórias e diarreias. Quando bem manejado, esse tipo de bezerreiro permite atendimento aos princípios básicos de um adequado sistema de criação de animais em aleitamento (ventilação, isolamento e conforto). O ambiente seco é obtido através da instalação em campo bem drenado, adequadamente coberto com forragem, sendo o sol um grande auxiliador no controle da umidade; além disso, o número de vagas no bezerreiro deve sempre ser maior que a máxima quantidade de bezerras, permitindo a troca no caso de formação de barro ou acúmulo de umidade.

Instalações para Bezerras - Nutrição Animal - Agroceres MultimixComo vimos, não há “a melhor” ou uma única forma de alojamento de bezerras em fase de aleitamento. O mais importante é sempre garantir as condições perfeitas e básicas de conforto, como: boa ventilação, sombra, terreno ou cama limpa e seca e acesso fácil à água fresca e ração de qualidade.

Agroceres Multimix. Muito Mais Que Nutrição

Lucas Silveira Ferreira

Lucas Silveira Ferreira

Lucas Silveira Ferreira é Gestor Técnico de Bovinos na Agroceres Multimix

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR...

2 Comentários

  1. Marcio Morais disse:

    Boa tarde Lucas!
    O trabalho apresentado é de suma importância para os produtores de leite de nosso país. Sabemos que a maioria dos produtores não adotam esse tipo de sistema, devido à condições financeiras ou mesmo por não saberem da importância da criação de bezerras leiteiras. Aqui onde moro é muito pequeno o número de produtores que adotam esse sistema. Acredito que, com o passar dos anos, o produtor de leite se conscientize da importância desse sistema, principalmente no que tange à sanidade de seus animais.
    Parabéns pelo trabalho!

  2. Vagner Alves Guimarães disse:

    Extensão rural fez parte da minha vida profissional no entanto o que se perde de bezerros por manejo inadequado mesmo em animais com maior rusticidade dentro da pecuária leiteira é alarmante.
    Este artigo é de uma simplicidade com baixo custo em beneficio para o pequeno produtor rural. E que mais vejo é a necessidade de uma mudança de atitude e adoção das boas praticas, parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *